Como tratar a retração gengival?

Você sente que tem algo de errado na sua boca? Percebe que suas gengivas e dentes estão com uma aparência diferente do normal? Fica desconfortável na hora de realizar a higiene bucal?

Se disse sim para alguma das perguntas acima, é possível que esteja sofrendo com a retração gengival. O termo pode não ser muito conhecido, mas o problema é mais comum do que parece. Por isso, é importante conhecê-lo para chegar bem informado(a) no dentista.

No texto de hoje, nós iremos explicar o que é a retração gengival, quais são suas causas, sintomas e se existe alguma forma de tratamento. Então, não desgrude daqui!

O que é a retração gengival? Quais são suas causas?

            A retração gengival é um problema bucal que tem como característica a redução da parte da gengiva que cobre o dente. Isso faz com que a raiz fique exposta e os dentes pareçam mais finos na base. Resumindo, a retração gengival acontece quando a gengiva marginal (o tecido da gengiva que cobre uma fração do dente) se retrai em direção à raiz.

            O problema pode ocorrer em mais de um dente ao mesmo tempo ou em apenas um. Em certos casos, uma retração gengival generalizada pode acontecer, ou seja, todos os dentes superiores ou inferiores têm o tecido gengival retraído.

            Com relação às causas, é possível apontar entre as principais: força excessiva na hora de escovar ou usar fio dental; doenças periodontais; hereditariedade; desalinhamento dos dentes; saúde bucal precária; ferimento no dente; bruxismo; piercing na língua ou lábios; idade avançada; tabagismo; entre outros.

            A notícia boa é que, seja qual for a causa para sua retração gengival, você ainda pode curar o problema com o tratamento certo. Sim, a retração gengival tem cura para grande parte dos casos, graças às modernas práticas odontológicas que cada vez mais evoluem.

Quais são os sintomas da retração gengival?

            Além da raiz dental exposta e mais espaço entre os dentes, também é possível citar outros sintomas presentes em pessoas que sofrem com retração gengival. Veja a seguir quais são eles:

  • Dente amolecido e sem firmeza;
  • Sangramento gengival durante escovação;
  • Dor no dente;
  • Mau hálito;
  • Base amarelada dos dentes (a raiz exposta);
  • Muita sensibilidade nos dentes.

Afinal, como tratar a retração gengival?

            Primeiramente, entenda: somente um dentista poderá diagnosticar o nível do problema e indicar o melhor tratamento. Por isso, não tente se automedicar ou realizar “tratamentos” caseiros sem recomendação de um profissional diretamente para você.

            Dito isso, os tratamentos indicados pelo dentista podem variar bastante dependendo da situação. Se a sua retração gengival ainda for leve, então o dentista provavelmente irá pedir uma mudança nos hábitos de higiene bucal e novas ferramentas higiênicas.

            Em outros casos, pode ser que uma limpeza pesada seja necessária, assim como o alisamento radicular (um tipo de raspagem na raiz do dente). Geralmente, esses tratamentos são mais indicados para quem tem uma retração derivada de periodontites.

            Existem ainda aqueles casos mais graves que precisam ser tratados com um procedimento cirúrgico e enxerto de gengiva. Tudo depende do diagnóstico do dentista.

            É por isso que você precisa escolher uma clínica odontológica que já seja referência na área e tenha os melhores profissionais.

            Mora em Brasília? Então, a Odontologia Clean é uma excelente opção para você! Ela oferece tratamentos seguros, modernos, indolores e eficientes. Além disso, a clínica possui atendimento humanizado e acolhedor, pronta para atender às suas necessidades e proporcionar o melhor para você, com as tecnologias mais novas no mercado.

Entre no site e descubra tudo o que a Odontologia Clean pode fazer por você! 

Entre em contato para marcar uma consulta!