O que muda depois do clareamento dental?

O clareamento dental traz de volta aquele sorriso iluminado e carismático, sem o amarelado adquirido ao longo da vida. É por isso que ele é um dos procedimentos mais desejados e realizados no mundo da odontologia estética.

Toda essa fama do clareamento dental também traz uma série de dúvidas sobre todas as suas fases, em especial o pós. Afinal, você volta a ter os dentes dos seus sonhos, mas será que isso vem com alguma consequência? Como precisa ser a sua alimentação? A higiene bucal deve ser a mesma? Não é mais necessário frequentar o dentista regularmente?

Se você tem esses questionamentos também, não se preocupe! No texto de hoje, nós iremos explicar mais sobre o clareamento dental, além de apontarmos o que muda (e o que não muda) depois do procedimento. Então, não deixe de nos acompanhar até o final.

Boa leitura!

O que é o clareamento dental e quais são os tipos?

O clareamento dental é um procedimento que ocorre a partir de um agente clareador dental que tem como objetivo restabelecer a cor branca dos dentes, que foi perdida com o passar do tempo, seja por motivos naturais ou pessoais.

Existem dois tipos de clareamento dental: o clareamento clínico e o clareamento caseiro. No primeiro caso, o dentista usa produtos três vezes mais eficientes do que o usado na técnica caseira. Esses produtos são chamados de agentes clareadores, pois eles são aplicados nos dentes e quebram as moléculas pigmentadas, o que traz a cor original dos dentes.

            No clareamento caseiro, o dentista fornece um gel e uma moldeira personalizada para que o paciente aplique por conta própria em casa. Entretanto, ele precisará retornar semanalmente à clínica para avaliar a evolução do clareamento.

Afinal, o que muda depois do clareamento dental?

            A seguir, nós iremos apresentar alguns dos pontos que mais são fontes de dúvida com relação ao pós-clareamento dental e assim comentaremos as verdades sobre eles. Então, confira tudo a seguir:

  • Alimentação: os dentistas recomendam que a pessoa fique pelo menos 48 horas sem consumir produtos com corantes, como vinho, refrigerante, café, entre outros. Entretanto, estudos mostraram que o pigmento do querido cafezinho não prejudica o clareamento. No geral, a alimentação não precisa ser modificada severamente, apenas nos primeiros dias após o clareamento.
  • Higiene bucal: você ainda precisa escovar os dentes 30 minutos após as refeições do seu dia. Além disso, você pode continuar usando o enxaguante bucal, mas evite aqueles que contenham álcool ou corantes.
  • Cigarro: fumar prejudica não apenas o clareamento dental, mas também a sua saúde no geral. As substâncias presentes no cigarro são extremamente danosas à cor dos dentes, causando um amarelamento precoce. Elas também podem causar câncer de boca e de pulmão, além de piorar outros problemas no organismo.
  • Visita ao dentista: sim, quem faz clareamento dental precisa continuar indo ao dentista regularmente. Afinal, o procedimento não deixa seus dentes imunes a problemas como gengivite, cáries, tártaros, etc. Por isso, procure visitar seu dentista de seis em seis meses para se certificar de que tudo está certinho, além de ouvir mais dicas e orientações sobre como evitar o amarelamento dos dentes.

            Vale lembrar que para realizar um clareamento dental de qualidade, assim como outros procedimentos odontológicos, é necessário ir até uma clínica que seja referência em tecnologia, atendimento e tenha o maior nível de profissionalismo.

Para quem mora em Brasília, a Blu é uma excelente opção para quem sonha em ter o sorriso perfeito. A clínica dispõe dos melhores tratamentos e procedimentos, como o clareamento dental à laser que traz inovação e conforto para os pacientes, além de mais eficiência.

A BLU visa sempre o seu bem-estar, conforto e satisfação.

            Entre no nosso site e descubra o que podemos fazer por você!

Entre em contato para marcar uma consulta!